O mercado da construção civil está a todo vapor, e nesse contexto entra a construção a seco, um método de construção que não utiliza água, mas produtos e materiais que tornam a estruturação muito mais rápida e econômica, gerando acabamento de qualidade.

A Construção a seco tem sido uma forma cada vez mais comum e tem se tornado uma alternativa barata, com outro benefício muito importante para construtoras: o tempo. Com mais agilidade, ela possui diversidade de opções que fazem dela uma proposta muito vantajosa. 

O que é a Construção a seco?

A construção a seco é uma técnica de construção usada para construir edifícios sem o uso de materiais úmidos. 

O concreto armado de massa é conhecido por ter a utilização de cimento e água, já a construção a seco, faz uso de outros materiais como gesso em placas, mais conhecido como Drywall.

Outro tipo são as estruturas em aço, além de aço galvanizado, conhecido como painéis EPS. Em geral, essas construções são feitas para empresas e indústrias, como galpões e usinas, mas podem ser feitas, também, em casas nas reformas ou construções. 

A utilização de técnicas de construção a seco no Brasil é um fenômeno recente. Foi introduzido pelo Código Brasileiro de Edificações, que exige que todos os edifícios tenham um sistema estrutural reforçado. 

O uso dessa técnicas pode reduzir custos e aumentar a estabilidade da construção. Também ajuda a proteger o meio ambiente, reduzindo o consumo de água e as emissões de gás carbônico. 

Existe outro tipo de construção a seco que é mais comum para edificações residenciais como a construção de concreto pré-moldado. Ela possui algumas particularidades que demonstram suas diferenças com a construção de massa úmida. 

A construção de concreto pré-moldado que usa moldes para criar formas. Essas formas são então preenchidas com concreto armado, para que possam ser mais econômicas do que um sistema de vazamento tradicional, porque podem ser erguidas mais rapidamente e com mais facilidade. 

Esse tipo do sistema também é leve para o trabalho, bem como mais seguro para os trabalhadores devido ao peso mais leve do material e facilidade de instalação.

Benefícios e desvantagens da construção a seco

Há muitos benefícios da construção seca. Os benefícios da construção a seco são: 

  • É mais rápido e mais barato do que as técnicas tradicionais de construção;
  • Usa menos recursos;
  • Proporciona melhor isolamento acústico;
  • Requer menos manutenção e reparo;
  • Cria um ambiente de trabalho mais saudável.

Uma desvantagem é que é mais lento e mais caro do que as técnicas tradicionais de construção. Outra desvantagem, como mencionado acima, é que a construção a seco requer mais manutenção e reparos a longo prazo em casas e apartamentos de condomínios

O futuro desse tipo de construção no Brasil

O futuro da construção a seco no Brasil parece brilhante. A indústria espera crescer 4% no próximo ano e não é difícil perceber por quê. O mercado atual busca sempre alternativas que tenham corte de custos, ao mesmo tempo que é sustentável. 

Outro ponto a ser levado em consideração, é a questão da inovação nas práticas para construções mais resistentes ao tempo, as intempéries, aos transtornos como vazamentos e entupimentos, além de fáceis de fazer, com economia e beleza. 

O Brasil tem uma enorme quantidade de mão de obra qualificada, o que significa que as empresas podem contratar mão de obra mais barata do que em outros lugares. Isso está reduzindo os custos dos projetos de construção e tornando-os mais atraentes para os desenvolvedores.

As necessidades de infraestrutura do país também são um fator de crescimento do setor, com bilhões de dólares investidos pelo governo nos últimos anos como parte de um esforço para impulsionar o crescimento econômico.

Artigo anteriorGeração Z vê no investimento em vinhos um bom negócio para o futuro
Próximo artigoAprenda a organizar os ambientes de casa com essas 6 dicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui